terça-feira, 15 de dezembro de 2020

STF inocenta Eunício Oliveira de recebimento de propina


A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (15) arquivar um inquérito que investigava o ex-senador Eunício Oliveira.

Eunício era acusado de receber R$ 2,1 milhões de propina da construtora Odebrecht para facilitar a aprovação de medidas provisórias favoráveis aos interesses da companhia.

Por três votos a dois, os ministros da Suprema Corte atenderam a um pedido da defesa do ex-parlamentar para encerrar o inquérito, aberto em abril de 2017, no âmbito da Operação Lava Jato.

A maioria dos ministros entendeu que não havia justa causa para prosseguir com as apurações e que não foram reunidas provas suficientes para sustentar as acusações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário