quarta-feira, 20 de maio de 2020

Câmara de Iguatu se reúne e aprova mais uma permuta de terreno público para atender interesses de particulares


O rolo compressor na Câmara de Iguatu atuou mais uma vez em favor da gestão municipal. Na semana passada, os vereadores da base do prefeito Ednaldo Lavor, juntamente com mais dois parlamentares da base política do ex-deputado Marcelo Sobreira, já haviam aprovado a troca de quatro terrenos na área urbana da cidade por um terreno na zona rural do município.

Além disso, mais outro projeto foi aprovado permitindo a permuta de terreno de área verde, esse pertencente ao município de Iguatu.

Na sessão plenária desta terça-feira (19), realizada por videoconferência, a mesma situação aconteceu. Doze vereadores aprovaram uma nova permuta. Dez parlamentares da base do prefeito Ednaldo Lavor e mais dois, os vereadores Mário Rodrigues e Vicente Reinaldo deram o veredicto final ao projeto.

A desculpa dos aliados do prefeito é de que o terreno vai servir para ampliar a infraestrutura da Faculdade de Medicina, faculdade essa que está na Justiça e que, certamente, não deve sair nem esse ano e nem em 2021.

Na verdade, o que se viu na atitude dos vereadores aliados do prefeito foi uma ação para beneficiar um empresário local, que está construindo o prédio para depois alugar à entidade que vai instalar os cursos na cidade.

Em tempos de pandemia, muitas coisas estranhas rondam a política de Iguatu. Vereadores que até outro dia eram ferrenhos opositores ao prefeito, agora se tornaram aliados, como é o caso dos vereadores Mário Rodrigues e Vicente Reinaldo.

O rolo compressor na Câmara turbinado pelo poder político e econômico, atuou mais uma vez em favor de interesses escusos e particulares, beneficiando empresários da cidade.

Que vergonha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário