terça-feira, 12 de maio de 2020

Aposta em queda de Bolsonaro vira pó, após depoimento de ex-diretor da PF


Após seis horas de depoimento do ex-diretor-geral da Polícia Federal, foi reduzida a pó a aposta de parte do Congresso e de parte da imprensa brasileira na queda do atual governo Bolsonaro.

Em depoimento, o delegado Maurício Valeixo desmentiu o ex-ministro Sérgio Moro ao garantir que “em nenhum momento” houve manipulação ou tentativas de interferência do presidente Jair Bolsonaro na corporação que dirigiu até abril.

Valeixo também contou à PF que ficou sabendo da demissão em telefonema de Bolsonaro e não pelo Diário Oficial, como diz Moro.

Por sinal, o novato Sérgio Moro se deu mal porque não sabia que, em política, quase sempre é preciso combinar com os russos.

****
Um novo contrato para testes do coronavírus está sendo fechado pelo Governo do Estado para ter uma real noção de como está a contaminação pela Covid-19 no Ceará. O Estado é uma das regiões do país que mais têm testado sua população, ainda assim, é considerável a subnotificação dos casos.

****
O Governador do Estado Camilo Santana afirmou ontem, durante sua live para as redes sociais que vai levar para a barra dos tribunais os autores de uma série de notícias falsas sobre dados do Ceará que circulam nas redes sociais.

Segundo o governador, espalhar desinformação é crime, principalmente em tempos de pandemia, onde o foco maior deveria se concentrar no cuidar das pessoas.

****

E por falar em cuidar das pessoas, a população mais carente de Iguatu não perdoa o atual prefeito Ednaldo Lavor, que não teve sequer a sensibilidade de amenizar a situação difícil de centenas de famílias que estão passando necessidades por conta da crise do novo coronavírus.

A população até que reivindicou, implorou, usou as redes sociais, mas até agora nenhuma ação relevante por parte da gestão municipal foi feita em prol das comunidades mais carentes do município. Dinheiro tem, falta é gestão!

Uma vergonha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário