quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

PDT e PT se distanciam na disputa por prefeituras


O Partido Democrático Trabalhista (PDT) espera eleger pelo menos 500 prefeitos nas eleições deste ano.

No último pleito municipal, em 2016, a legenda venceu a disputa em 300 cidades.

A previsão é do presidente do partido Carlos Lupi, que ainda afirma que o PDT está dando prioridade para as capitais e cidades com dois turnos.

Distante do PT, Lupi afirma que o PDT costura alianças com outras legendas de esquerda, como o PSB, Rede e PV.

O PDT também tem mantido conversas com o DEM para a disputa de prefeituras de capitais do Nordeste, onde o PT governa 4 estados.

Ganho de servidores estaduais em pauta

Após um período de descanso no exterior, o governador Camilo Santana retorna hoje a suas atividades, e já vai receber o secretário da saúde, Dr. Cabeto para tratar das planilhas com ascensão dos servidores estaduais.

Uma das prioridades é melhorar os ganhos para trabalhadores de nível médio que, na avaliação do governo, têm remuneração bem abaixo do ideal.

Camilo também deve avaliar o projeto de nova reestruturação dos agentes da segurança pública, que envolve policiais civis, militares e bombeiros.

As duas propostas, tanto da saúde como da segurança pública devem ser encaminhadas para a Assembleia Legislativa já no reinício dos trabalhos, em fevereiro.

Quem é o vice?

No panorama político local, não se fala em outro assunto: quem é o vice de quem.

Pelo visto, essa pergunta deve permanecer sem resposta até o prazo final para as convenções partidárias, no início de agosto.

Até lá, muito disse me disse, boatos, que muitas vezes só interessam aos seus próprios autores.



Nenhum comentário:

Postar um comentário