segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Obras do abatedouro público de Quixelô se arrastam há anos


Em Quixelô, no Centro Sul do Estado, a falta de inspeção sanitária no abate de animais para o consumo humano, tornou-se um caso de saúde pública.

Tudo por conta da falta de um abatedouro público na cidade. O projeto até existe, no entanto permanece em construção há mais de 5 anos. Uma obra sem fim.

Já foram gastos na construção do equipamento mais de 1 milhão de reais. Dinheiro do povo, que já deveria ter gerado resultados positivos para a população.

A prefeita do município, Fátima Gomes (PT), pouco fala sobre o assunto. A construção do abatedouro foi promessa de campanha da gestora, em 2012 e 2016.

E, enquanto a obra não sai, o povo permanece calado, quieto, consumindo a chamada "carne de moita", um risco iminente, que ameaça a saúde do povo.

É uma vergonha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário