sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Contratação de OSCIP pode inviabilizar concurso público na Prefeitura de Iguatu


Tramita na Câmara Municipal, e o Legislativo deve aprovar, até porque o prefeito Ednaldo Lavor tem maioria na Casa, projeto de Lei nº 55/2019, de autoria do Poder Executivo, que trata da contratação de Organização Social - OSCIP - para execução de atividades nas áreas da Saúde, da Cultura, do Esporte e do Lazer na Prefeitura de Iguatu.

A proposta tem despertado desconfiança por parte dos vereadores de oposição na Câmara. A Organização Social, após contratada, pode utilizar as dependências, os equipamentos e até receber servidores públicos para atuar nesse tipo de organização.

Seria uma espécie de "mão na roda" para que a Prefeitura possa se eximir de realizar concurso público, e assim conseguir burlar uma determinação judicial.

Ou então, contratar serviços médicos especializados para realizar as cirurgias eletivas no Hospital Regional de Iguatu, retirando assim essa modalidade de serviço do Hospital Agenor Araújo, promovendo dessa forma condições favoráveis para o fechamento da unidade de saúde.

Nesse caso, seria uma espécie de estratégia diabólica, para fechar um hospital que presta relevantes de serviços de saúde à população por mais de 70 anos.

A pergunta que não quer calar: quem será a Organização Social felizarda que terá a oportunidade de abocanhar um contrato de valores tão expressivos junto à Prefeitura de Iguatu.

Pergunta que só o tempo irá responder.


Nenhum comentário:

Postar um comentário